Imagem - Ocemg
Notícias

Anuário confirma movimentação anual de R$60,8 bilhões pelo setor em Minas

09/06/2020
Imagem - Ocemg

O Sistema Ocemg lançou nesta segunda-feira (8/6), em uma webinar especial do Projeto OnCoop, a 15ª edição do Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro.

O lançamento foi feito no canal do Youtube da organização e contou, na abertura, com a participação do presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato. Em seguida, a economista Rita Mundim fez uma análise do material e a professora da Fundação Dom Cabral, Kedma Mano Nascimento, fez uma exposição sobre o papel da liderança para alcançar resultados. A solução de apresentar os dados da publicação em meio virtual se tornou uma boa oportunidade de contemplar ainda mais cooperativistas.

De acordo com o estudo, referente ao ano de 2019, as cooperativas movimentaram um total de R$ 60,8 bilhões – crescimento de 13,3% em relação 2018, quando foram registrados R$ 53,6 bilhões. Também foi destacada a participação do setor no Produto Interno Bruto (PIB) estadual, que ficou em 9,6%.

Os valores ganham ainda mais destaque quando comparados com o crescimento econômico de Minas Gerais e do Brasil. No mesmo período, a economia no Estado teve queda de 0,3%, enquanto o Brasil obteve um aumento de apenas 1,1%.

A publicação aponta que cooperativismo segue também como um grande gerador de postos de trabalho, com um crescimento de 5% no quadro funcional e um total superior a 45 mil pessoas empregadas. O segmento registrou ainda um crescimento de 10% no número de cooperados, o que equivale a 200 mil novos membros, contabilizando 1,9 milhão de pessoas. Além disso, as 756 cooperativas mineiras geraram R$ 1,7 bilhão em tributos, representando 4,1% do faturamento total de 2019.

“Tivemos 568 cooperativas respondentes este ano. Nosso Estado corre na frente na comunicação e transparência de informar os resultados do exercício. É muito importante, na democracia cooperativista, revelar imediatamente como o cooperativismo procedeu no ano anterior”, ressaltou o presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato.

Para a economista Rita Mundim, os dados do anuário reafirmam que o cooperativismo é a forma sustentável do capitalismo. Segundo ela, “os números do cooperativismo em 2021 vão nos surpreender pelo protagonismo, mais uma vez, das cooperativas, em particular, das mineiras”.

A professora Kedma Nascimento falou sobre o protagonismo do cooperativismo e dos líderes cooperativistas neste novo mundo que se apresentava mesmo antes da pandemia, e sobre a importância de as lideranças se manterem atualizadas para que as cooperativas sigam crescendo.

Organizado pelo Sistema Ocemg, o Anuário é considerado referência para o segmento, trazendo o levantamento detalhado do setor no Estado, por meio da consolidação de dados enviados pelas próprias cooperativas, além do ranking com as principais cooperativas mineiras por ramo. O conteúdo completo do anuário pode ser acessado pelo na seção publicações deste site.

Todas as informações da publicação também podem ser acessadas no aplicativo “Cooperativismo em Minas”, disponível para download gratuito no Google Play e na Apple Store. A versão mais atual da ferramenta traz os dados mais recentes de um dos segmentos que mais crescem no país, os principais rankings das cooperativas mineiras em 2019, a Calculadora do Leite e as novidades do Catálogo Digital de Produtos e Serviços, onde poderão ser visualizadas informações gerais, contatos e rota do Google Maps, que indica localização da pessoa até a cooperativa.

Contribuições durante a pandemia

O presidente do Sistema Ocemg apresentou, durante sua fala, um importante levantamento feito pela organização sobre a atuação das cooperativas mineiras durante este momento de enfrentamento à Covid-19. “Gostaria de dar ênfase em outro anuário, o de 2020, porque estamos atravessando esta dramaticidade pandêmica e as cooperativas têm feito muito para enfrentar essa situação. O resultado é que as cooperativas já doaram mais de R$ 11 milhões, sendo R$7,48 milhões em espécie e os outros quase R$ 3,76 milhões em materiais, como álcool em gel, luvas, máscaras, respiradores, entre outros itens”.

O dirigente complementou afirmando que esse engajamento causa muito orgulho para a entidade e frisou que as cooperativas têm se apresentado como verdadeiras lutadoras frente ao surto pandêmico nas comunidades em que estão inseridas.

Imagem - Ocemg

Baixe o Aplicativo do
Sistema Ocemg

Disponível para:
Imagem - Ocemg