Imagem - Ocemg
Notícias

Webinars do projeto OnCoop debatem desafios e cenários dos ramos agro e crédito

14/07/2020
Imagem - Ocemg

Na data em que é celebrado o Dia do Produtor Rural, 7 de julho, a webinar do projeto OnCoop abordou o tema “Políticas Públicas do Setor Agropecuário e a Agricultura Familiar”.

E para falar sobre o assunto, foram convidados a secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Ana Valentini; o Secretário Executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcos Montes; e o subsecretário da Seapa, João Ricardo Albanez. Durante uma breve participação na abertura da webinar, a ministra do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, saudou os participantes e os cooperativistas mineiros.

Abrindo a webinar, o presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato, ressaltou que o que tem segurado o país e o Estado nestes tempos de pandemia é o setor Agro. Ele complementou ainda que as cooperativas mineiras estão trabalhando com afinco para levar os melhores produtos para a mesa dos consumidores.

De acordo com dados do Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro, o ramo Agropecuário tem 181.700 cooperados, organizados em 190 cooperativas, que empregam 16.600 pessoas. A movimentação financeira do Agro em 2019 foi de R$ 23 bilhões, um crescimento de 12% em relação ao ano anterior.

“O IBGE diz que 48% do que é produzido no campo passa, de alguma forma, por uma cooperativa. Então, podemos supor que no prato das pessoas, todos os dias tem um produto de uma cooperativa. O fato de haver uma cooperativa em todo município, de qualquer ramo, ou seja, essa capilaridade do cooperativismo é fundamental para o desenvolvimento do nosso Estado”, ressaltou a secretária.

Segundo Montes, os números do cooperativismo agropecuário mineiro são resultados de muito trabalho. Ele frisou que “o mais importante de uma cooperativa é o que ela pode permitir, principalmente, para os pequenos e médios produtores. Ela dá oportunidade a essas pessoas de se igualarem aos grandes”

Já Albanez falou sobre o decreto, assinado recentemente pelo governador Romeu Zema, regulamentando o Programa de Cooperativismo da Agricultura e Agroindústria de Minas Gerais (Cooperaf-MG) e suas implicações para as cooperativas e para a agricultura familiar.

Mercado financeiro em foco

A webinar do dia 9 de julho contou com as participações do professor da Fundação Dom Cabral (FDC); do vice-presidente do Conselho de Administração do BDMG, Carlos Penteado Braga, e do presidente do Sicoob Coopemata, César Matos.

Braga falou sobre o cenário nacional e mundial, alertando que o momento é das cooperativas começarem a gerenciar o novo normal, repensarem os negócios e como eles funcionarão daqui para frente. Para ele, os desafios pós isolamento serão principalmente no sentido de regulação, tecnologia, clientes com novas demandas e as variações da economia.

“O Brasil tem uma oportunidade inédita de inclusão financeira, o que passa muito no ambiente das cooperativas, porque elas estão nas melhores posições para capturá-las”, frisou Braga.

Em complemento, Matos explicou sobre o cooperativismo de crédito: “Nosso diferencial é a relação direta com o cooperado. Nesta relação buscamos de todas as formas reduzir os custos para os associados, evitamos a venda casada, que é ilegal, mas é ainda praticada no mercado, e, muitas vezes nem cobramos tarifas”.

Para assistir as webinars acesse o canal do Sistema Ocemg no Youtube.

Imagem - Ocemg

Baixe o Aplicativo do
Sistema Ocemg

Disponível para:
Imagem - Ocemg